VAC Motorsports-Building The Ultimate S38 for Rusty Slammington

-July 25, 2016-

VAC Motorsports – Building the Ultimate S38 for Rusty Slammington

Mike Burroughs

Deciding upon an engine for my car, Rusty, was far from a simple task. Gostaria de sugerir que sempre soube exactamente o que queria, mas não podia estar mais longe da verdade. Na verdade, vários motores vieram à loja, e depois saíram em camas de camiões… Um S62, um M106, e até estive perto de puxar o gatilho num S85 V10 antes de finalmente me decidir sobre o que sentia ser mais verdadeiro para formar: o verdadeiramente único, e verdadeiramente “BMW” S38 inline-six. O S38 ganhou uma reputação para um punhado de lados positivos e negativos, a partir de sua terrível custo para seu incrível potencial para a potência de saída, e o melhor de tudo, a sua implacável gritos como ele sobe inacreditavelmente alta para a RPMs para um grande deslocamento de seis cilindros a partir da década de 1980. Sua raça de raça natureza e suas raízes na BMW história fizeram um ajuste perfeito para o construir, e, assim, voltei-me para VAC Motorsports, na Filadélfia, para construir a besta.

o início da construção foi facilitado pelo fato de que Motorsports VAC tinha um S38B36 na mão, pronto para desmontagem. Puxado de um mercado DOS EUA E34 M5, o motor serve como a melhor variante do motor trouxe Estados. Uma contraparte E28, a S38B35, foi considerada, mas o aumento do deslocamento e potencial do modelo “B36” tornou-o muito mais atraente. O S38B38 Europeu, o 3.Uma variante de 8 litros de modelo tardio também foi considerada, mas com uma linha do Tempo em nossas mãos, e um objetivo para terminar rapidamente, optamos pelo que estava presente, e com isso, teardown estava em andamento.

Apesar do caos e da confusão, todos os componentes encontraram a sua nova casa temporária.; alguns foram restaurados para uso na construção final, tais como o bloco, os castings da cabeça, e o virabrequim. Quase tudo o resto, no entanto, encontrou o seu caminho para uma nova casa, ou até mesmo a lixeira. Muito pouco do motor original permanece.

O bloco e cabeça carcaças foram dadas a completa limpeza do tratamento, em preparação para o chato, pisos, pintura e montagem, entre um punhado de outras etapas e fases que separam VAC Automobilismo de seus concorrentes. Com décadas de sujeira e resíduos acumulados nas peças, é um passo necessário na construção de um motor que poderia ser considerado, para todos os efeitos, novinho em folha.

Depois de testes para veracidade, o trabalho de máquina começou, começando com a limpeza da cabeça intermediária para as massivas cames de gato 299/294 que eventualmente serão instalados. Na própria cabeça, guias de válvula de alta performance foram equipados, juntamente com válvulas leves equilibradas e blueprintadas, molas de válvula dual, e retentores de válvula de titânio. Solid lifters, engrenagens de cam ajustáveis, e muito mais, tudo ajuda a puxar cada onça de desempenho do projeto cabeça da BMW, e juntos, a configuração permite rebst-revving até 12.000 RPM, adicionando um grau de segurança contra o excesso de revving mecânico.

Fancy parts make for a fancy motor, but it’s VAC’s headwork that will really make the S38 sing. Armado com um banco de fluxo e o conhecimento para empurrar a cabeça S38 até o seu limite, meticuloso, mas extremo Porto e trabalho Polonês foi realizado. As válvulas não estavam rotativas, e o trabalho da válvula de nível de desempenho superior da VAC Motorsport, incluindo o corte de um raio completo para os assentos de escape, foi realizado. Um pouco final de limpeza, deburring, e ressurgimento, todos medidos na bancada de fluxo para o desempenho máximo, tinha a cabeça pronta para sua pintura e montagem final.

No outro lado da loja, o bloco recebeu um tratamento semelhante. Com a superfície decorada e dobrada, os cilindros estavam entediados, desta vez com um pouco de espaço extra. Pistões de Jee de alto peso pena forjados sob encomenda são emparelhados com varetas de conexão forjadas de 144mm, ajudando a manter o conjunto rotativo leve e forte, e produz uma taxa de compressão de 14:1. As duas metades do motor são seladas, é claro, com um MLS headgasket, e ARP hardware, como encontrado em todo o motor.

o único componente de fábrica que permanece dentro do motor é o virabrequim – mas mesmo ele recebe o tratamento VAC Motorsports. Polimento, afiação de facas e balanceamento tudo ajuda a permitir que o S38 role alto e mantenha o atrito ao mínimo.

uma das fases finais da montagem inclui o trabalho de acabamento, que não se limita apenas ao exterior. Os passeios a motor VAC cobrem o interior do bloco e suas passagens com uma tinta hidofóbica especial, que ajuda a manter as temperaturas baixas, bem como óleo e refrigerante fluindo sem restrições. Após a cura, e com o conjunto rotativo no lugar, o fundo do bloco é tapado com uma placa de óleo de alumínio seco-sump personalizado.

nos bastidores, o motor foi totalmente montado e enviado para o Sul da Califórnia, onde Enferrujado sentou-se à espera de um novo coração, mas não antes de um pouco de final de pintura. Inicialmente, meu pedido de ouro e preto foi recebido com olhares questionáveis e um ” você tem certeza sobre isso?”ou dois, mas após a conclusão, a equipe da VAC concorda que não poderia ter sido melhor, e puxa sua inspiração a partir das colorways preto-e-Ouro dos motores de corrida da BMW na década de 1980, como o iconic M12.

Depois de uma longa espera, o motor estava pronto para ser montado no tubo de chassis que tinha construído, apesar de um número de componentes a serem instalados, equipados, e alguns, ainda é feita. Montámos os corpos de aceleração de 48 mm entediados, bem como os novos stacks de velocidade, que fizeram o máximo uso das portas de entrada na cabeça. Por outro lado, o nosso amigo Robert Chavez, do Shrobsbilt custom-fabbed, uma cabeçada e exaustão inox, para aproveitar ao máximo o fluxo de saída. (Você pode ver mais dos talentos de Robert e seu trabalho sobre o escape construir em nosso recurso clicando aqui.)

houve, é claro, a abundância de encanamento, o sistema de cárter seco, e o motor elétrico que precisava de instalação e configuração, o que levou tempo para organizar, montar e configurar corretamente; no entanto, o motor em si foi entregue mais ou menos pronto para disparar. Terminar o carro que o rodeava levou muitos mais meses, mas o resultado final foi claramente útil.

abaixo, o motor de Rusty está em sua forma final, e desde então tem sido posto a trabalhar virando hoosiers maciços e mexendo o carro para as ruas de volta enquanto o preparamos para seu primeiro dia de pista. O motor em si é apenas uma concha de sua forma anterior, retendo quase nada de sua composição original. A VAC Motorsports construiu uma reputação com base na qualidade, na engenharia e, claro, na construção de motores verdadeiramente espectaculares, e o S38B36 da Rusty pode ficar com o seu melhor, e pode ser o mais selvagem que eles construíram. Com nenhum holds barrado e nenhum centavo poupado, não havia melhor escolha do que a parceria com VAC Motorsports para construir o derradeiro all-motor S38 para um BMW verdadeiramente ridículo.

a special thanks to Tony Salloum, Mike Malloy, Andrew Ball, and the rest of the VAC Motorsports team for bring this build to reality.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.